sexta-feira, 9 de março de 2012

FOBIAS

No Jornal "I" de hoje vem um artigo muito curioso sobre fobias. Depois de lerem isto, vão pensar que estou a brincar, mas na verdade trata-se de uma "compilação exaustiva de medos reconhecidos pela psiquiatria" (sic).
São tantas as fobias, que irei citar apenas uns quantos exemplos que considero entre os mais bizarros. Alguns deles são, a meu ver, a explicação para muita coisa... acho que anda aí malta que não foi diagnosticada...

AGIROFOBIA - medo de ruas
AMBULOFOBIA - medo de andar
ANATIDAEFOBIA - medo de ser observado por patos
ANTOFOBIA - medo de flores
AUTOFOBIA - medo de si mesmo ou de ficar só
CAINOFOBIA/CAINOTOFOBIA - medo de novidades
CIPRIANOFOBIA (tem outros nomes parecidos) - medo de prostitutas
CHICLETOFOBIA - medo de pastilhas elásticas
COROFOBIA - medo de dançar
CRONOMENTROFOBIA - medo de relógios
DEXTROFOBIA/SINISTROFOBIA - medo de objectos do lado direito/esquerdo do corpo
ERGASIOFOBIA/ERGOFOBIA - medo de trabalhar/medo do trabalho
ESTUPOFOBIA - medo de pessoas estúpidas
ESTRUMINOFOBIA - medo de morrer a defecar
FENGOFOBIA - medo do dia ou do nascer do sol
HAMARTOFOBIA - medo de pecar
MAGEIROCOFOBIA - medo de cozinhar
MEGALOFOBIA - medo de coisas grandes
METROFOBIA - medo de poesia
NARIGOFOBIA - medo de narizes
OSTRACONOFOBI - medo de ostras
PAPOFOBIA - medo do Papa
SOMNIFOBIA - medo de dormir

E aqui estão três das melhores, para terminar com chave de ouro:

GENIOFOBIA - medo de manter a cabeça erguida
FRONEMOFOBIA - medo de pensar
AFOBIAS - medo da falta de fobias


1 comentário:

  1. nao sei se isso e verdade mas se e verdade tenho pena da raca humana.

    ResponderEliminar